jump to navigation

Cantinho das Curiosidades

União Europeia – o que é que eu ganho com isso?

 Todos nós já ouvimos falar da União Europeia, das “normas europeias” e das decisões de “Bruxelas”. Com certeza que a maioria de nós já leu ou ouviu falar das “leis europeias” ou do “Tratado de Lisboa” e sabe que existe até um Parlamento Europeu.

Mas, no fim de contas, o que é que vem a ser isso?! E, como é que isso nos afecta?

 

29.Maio.2010

Sabias que…?

O recurso excessivo à internet ou uso do telemóvel é hoje considerado uma dependência, um vício?

     Quantas vezes vês o e-mail, os canais RRS, o Facebook, o Twitter, o Hi5, ou outras contas electrónicas? Torna-se cada vez mais uma missão impossível afastar-te do computador ou pousar o telemóvel?

     À medida que cada vez mais pessoas utilizam a internet, a dependência torna-se rapidamente um fenómeno global. Existem mesmo centros de tratamento na China e na Coreia do Sul completamente lotados, enquanto nos Estados Unidos começam também a surgir os primeiros programas de reabilitação. Os jovens, em particular, aparentemente são os mais susceptíveis a este tipo de comportamento!

     Embora o problema esteja ainda em fases de desenvolvimento, médicos e investigadores realizaram estudos que comprovam que esta é uma dependência tão viciante quanto as outras: o desejo compulsivo de mais uma «dose». A ânsia de publicar mais uma entrada ou chegar ao próximo nível de um jogo. A satisfação que isso traz, reforça o comportamento aditivo.

     Para que esta situação não se prolongue e se traduza em consequências graves por todo o Mundo, é importante que saibamos ter um equilíbrio saudável e saber pedir ajuda quando necessário!

 

«Vício pela internet»

     Aqui te deixamos alguns indícios, mais frequentes, nos jovens viciados no recurso à internet ou do telemóvel:

     Pára um pouco e questiona-te sobre todos estes indícios, se sentires que é muito difícil largares esta dependência pede ajuda!

Para saberes mais consulta:
http://www.netaddiction.com
http://www.virtual-addiction.com

 

21.Maio.2010

Sabias que…?

Homens homossexuais lidam pior com o estigma social

Os homens mostram maiores dificuldades em lidar com uma orientação sexual diferente da heterossexualidade. O estigma associado a um comportamento sexual divergente da norma tem reflexos numa insatisfação identitária, aponta um estudo sobre a população Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero (LGBT) em Portugal, que foi apresentado no dia 17 de Maio de 2010 na Conferência contra a Homofobia promovida pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), em Lisboa.

As mulheres aceitam melhor o casamento entre pessoas do mesmo sexo (Rui Gaudêncio (arquivo))

14.Maio.2010

Sabias que…?

A Europa precisa de mulheres cientistas!

O ministro da Ciência considerou preocupante a Europa ter poucas mulheres na ciência, quer pelos níveis de competitividade quer pela conciliação das vidas familiar e profissional, mas salientou que a situação de Portugal é das melhores. Mariano Gago, falava durante a abertura do I International Congress “Women in Science”, promovido pela Associação Portuguesa de Mulheres Cientistas (AMONET), na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, para discutir a qualidade das mulheres cientistas, as suas condições de trabalho e o valor que lhes é dado nos círculos mundiais.

De acordo com Mariano Gago, Portugal conta com 43 por cento de mulheres cientistas, um número bastante acima do encontrado na generalidade dos países da União Europeia.

O problema da falta de cientistas na Europa prende-se com a necessidade manter os níveis de competitividade e de emprego qualificado, em particular aumentando o número de mulheres.

Por outro lado, considerou que estes dados revelam que as mulheres são excluídas por dificuldade de conciliar as exigências de uma carreira de investigação científica com o papel de mãe. Por isso mesmo, o ministro defendeu a necessidade de resolver determinadas questões sociais, como a criação de creches e escolas que estejam abertas até tarde.

Mariano Gago disse ainda que a Europa precisa de “mais meio milhão de cientistas” do que os que tem actualmente, e acrescentou que se a percentagem de mulheres na ciência aumentasse dez por cento na generalidade dos países europeus, grande parte do problema estaria resolvido.

De acordo com um relatório do Eurostat, a propósito do Dia da Mulher, Portugal é quarto país da União Europeia que emprega maior percentagem de mulheres cientistas no ramo da investigação.

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=2705&op=all

07.Maio.2010

Sabias que…?

Então a Cidadania Europeia é só sobre direitos?


Sem dúvida, que a componente dos direitos está mais desenvolvida, já que o Tratado de Maastricht nem chega a fazer referência explicita à existência de deveres.

Mas o facto de não estarem expressos, não significa que não estejam subentendidos na vivência da própria Cidadania Europeia!

Os deveres da Cidadania Europeia são um pouco diferentes dos tradicionais deveres da cidadania nacional mas, na sua essência, não são assim tão diferentes, pois tanto uns como outros se prendem com o ideal do dever para com a comunidade.

Os deveres da Cidadania Europeia são sobretudo deveres de ética cívica, como o Dever de Compreender a História, o Dever de Participação, o Dever de Identidade, o Dever de Partilhar, o Dever Democrático, o Dever de Justiça e de Igualdade, o Dever de Defesa.

Os deveres da Cidadania Europeia são pois, antes de mais, deveres de aplicação prática de todos os valores e princípios que a União Europeia e as nossas sociedades assumem como fundamentais e insubstituíveis.

30.Abril.2010

Sabias que…?

A igualdade entre homens e mulheres é um valor fundamental da nossa sociedade democrática. Trata-se de uma componente importante da Estratégia de Crescimento e Emprego da UE e essencial para garantir a prosperidade sustentável da União Europeia.

Apesar do aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho e nas universidades, persistem diferenças significativas entre homens e mulheres em matéria de emprego.

 FSE (Fundo Social Europeu) já contribuiu significativamente para melhorar a situação das mulheres no mercado de trabalho.

 

Para que saibas mais vai a:

 http://ec.europa.eu/employment_social/esf/fields/woman_pt.htm

16.Abril.2010

Sabias que…?

 No mês de Junho irá entrar em vigor na União Europeia um rígido controlo de produtos químicos.

A lei de Registo, Avaliação e Autorização de Produtos Químicos, aprovada em Dezembro de 2006 pelo Parlamento Europeu, deverá entrar em vigor no próximo mês de Junho, impondo assim às empresas que fabricam, importam, colocam no mercado ou utilizam essas substâncias disponibilizem todos os dados relativos às substâncias, utilizem esses dados para avaliar os riscos relacionados com as mesmas e desenvolvam e recomendem medidas adequadas para a gestão dos riscos. Esta lei é aplicada no sentido de todos os Países da União Europeia poderem ter todas as informações relativas ao determinado produto químico e que assim sejam diminuídos todos os eventuais riscos, e será seguida em todas as importações e exportações entre os Países membros!

Assim te damos a conhecer mais um exemplo do qual a União Europeia pode fazer diferença nas nossas vidas! Graças a uma maior vigilância tu agora estás mais seguro e acima de tudo, mais informado sobre tudo o que te rodeia!

16.Abril.2010

Sabias que…?

Vulcão pára aviões – Eurodeputados retidos na Bélgica

Alguns optam por regressar a Lisboa de carro, outros aguardam pela reabertura do espaço aéreo belga. Os eurodeputados portugueses estão entre os milhares de pessoas afectados pelo cancelamento de voos devido às cinzas do vulcão da Islândia.

 
 
 
 
 
 

Vulcão na Islândia

Para mais informações consultar:

http://www.abril.com.br/imagem/vulcao-islandia-ap436.jpg

http://aeiou.expresso.pt/eurodeputados-portugueses-com-problemas-em-regressar=f576980

 

26.Março.2010

Sabias que…?

Como são feitas as leis

A Comissão Europeia apresenta uma proposta de lei sempre que considera necessário. Antes de fazer a proposta, organiza um debate público que inclui as partes interessadas, como por exemplo, os governos locais, nacionais, e regionais, bem como associações industriais, organizações de defesa do consumidor e ONGs (organizações não governamentais). Depois procede-se à análise do impacto da proposta, o qual é também apresentado pela Comissão Europeia.

A seguir, a proposta é enviada aos outros órgãos da UE – o Parlamento Europeu e o Conselho da União Europeia. O Parlamento toma uma posição sobre a proposta, o que pode ser um processo demorado, pois os diferentes grupos políticos representam diferentes interesses. O mesmo acontece no Conselho, onde os governos nacionais tem diferentes pontos de vista e prioridades.

Se o Parlamento e o Conselho concordam, a nova lei pode ser adoptada. Foi o que aconteceu com a Directiva sobre Práticas Comerciais Desleais – passou pelo processo sem problemas. Se não concordarem, a lei passa por um ‘processo de conciliação’ de forma a alcançar-se um acordo entre as duas instituições. Assim que uma lei é adoptada ao nível da UE, os Estados-Membros devem adaptá-las às suas legislações, de forma a pôr em prática a lei da UE.

12.Março.2010

Sabias que…?

 Política Europeia de Vizinhança

A Europa está a desenvolver relações políticas e económicas cada vez mais estreitas com os países vizinhos do leste e do sul. Com base numa longa história e em interesses comuns, a UE está a trabalhar em conjunto com estes países para enfrentar desafios comuns e apoiar reformas.

A Política Europeia de Vizinhança é uma parceira baseada em reformas prioritárias mutuamente acordadas. São acordados Plano de Acção entre a UE e cada país. A UE fornece apoio e conhecimentos técnicos para ajudar os países a implementar as reformas. Entre outras coisas, a UE ajuda os seus parceiros a:



Para mais informações:

http://ec.europa.eu/world/enp/

12.Março.2010

Sabias que…?

Desde sempre a criatividade e a inovação estiveram no centro da história europeia. Desde sempre, os europeus imaginaram, criaram e inovaram. Grandes descobertas e invenções revolucionárias nasceram na Europa.

Poderemos pensar que os criadores e as pessoas inovadoras são seres excepcionais e que têm um dom especial, como os artistas, os cientistas, os designers, os empreendedores. Poderemos defender que são eles, os grandes pioneiros, aqueles que fazem com que o mundo avance e que são diferentes do comum dos mortais. É certo que, por exemplo, o trabalho científico e artístico está muitas vezes associado à inovação, mas esta não pertence a tal ou tal sector, remete também para a nossa capacidade de encontrar novas formas de pensar, fazer e até ser. Está tudo nas nossas mãos, pois tudo depende da nossa atitude face à nossa vida, à nossa família, à nossa escola, à nossa sociedade, ao nosso país, à nossa Europa e ao nosso futuro. Estamos no Ano Europeu da Criatividade e Inovação, permite centrar as atenções nestes elementos essenciais para o futuro de todos nós. E é destas capacidades transmitir: a capacidade de imaginar, criar e inovar!

Um vídeo da EDP é exemplo  disso: http://www.youtube.com/watch?v=BluM8q4dzQ0

Começa a fazer alguma coisa pelo futuro de todos nós pois esta nas nossas mãos.

05.Março.2010

Sabias que…?

Boa ou má globalização?

A velocidade da globalização também afecta o nosso tecido social de forma muito mais dura do que antes! A maior facilidade na circulação de bens e de pessoas pelo mundo inteiro encoraja o tráfico de drogas e de bens falsificados ou a entrada ilegal de pessoas nas nossas fronteiras, o que consequentemente cria um novo desafio à polícia e aos serviços de imigração e alfândegas.

Muitos Europeus manifestaram-se contra a globalização. Receiam que não possamos competir com países como a China, e que determinados trabalhos que faziam com excepcionalidade antigamente, agora sejam feitos por outros trabalhadores de outros países do outro lado do mundo.
Também estão preocupados com as condições de trabalho nos países pobres e manifestam-se no sentido de garantir que as grandes e principais corporações internacionais respeitem os padrões sociais e ambientais, e que acima de tudo respeitem os direitos de todos os seres humanos, sem excepção!

Os benefícios da globalização devem ser partilhados por todos! Não há razão para que a Europa não possa construir a sua própria prosperidade ao mesmo tempo que ajuda pessoas dos países em vias de desenvolvimento a sair da pobreza, através do comércio, por exemplo.

Sem a globalização as nossas sociedades voltariam a ser o que eram há várias décadas. A nossa vida seria melhor nessa altura? O que achas?


26.Fevereiro.2010

Sabias que…?

A cada 26 segundos uma mulher faz um aborto na União Europeia, o que totaliza mais de 3300 por dia, constituindo “a principal causa de morte na Europa”, revela um relatório do Instituto de Política Familiar (IPF).

 

 

O relatório sobre o “Aborto da Europa 2010”, que será divulgado na terça-feira no Parlamento Europeu, em Bruxelas (Nélson Garrido)

Para mais informações consulta o site:

http://www.publico.pt/Sociedade/a-cada-26-segundos-uma-mulher-faz-um-aborto-na-uniao-europeia_1424604

19.Fevereiro.2010

Sabias que…?

Europa sem fronteiras – estudar e trabalhar no estrangeiro

Graças à legislação da UE, as tuas habilitações têm que ser reconhecidas nos outros países da União. Na Europa, existem duas redes aptas a comparar habilitações: os Centros Nacionais de Informação para o Reconhecimento Académico (NARIC) e a Rede Europeia de Centros de Informação (ENIC). Podes contactá-los e descobrir se os teus diplomas serão reconhecidos no estrangeiro: www.enic-naric.net

Para facilitar a divulgação das tuas habilitações em toda a Europa, a UE criou o Europass. Trata-se de um conjunto de cinco documentos que podes usar para tornar as tuas qualificações e experiência profissional facilmente compreensíveis em todos os países da UE. Quando for a altura de escreveres o teu primeiro C, não te esqueças do Europass. http://europass.cedefop.europa.eu

Posso confiar nos diplomas “estrangeiros”?

O processo de Bolonha envolve a cooperação de 46 países europeus para tornar mais semelhantes os seus sistemas de ensino superior. O objectivo é criar uma Área Europeia de Ensino Superior (EHEA), na qual os graus académicos estejam organizados num sistema de três ciclos (bacharelatos, mestrados e doutoramentos), garantindo a mobilidade de pessoal, estudantes e diplomados. São também seus objectivos estabelecer a confiança e assegurar a qualidade do ensino.

12.Fevereiro.2010

Sabias que…?

O que é o Modelo Social Europeu?

O Modelo Social Europeu mais não é do que a expressão que designa a visão da Europa como um espaço capaz de conciliar formas de crescimento económico sustentável, com práticas promotoras de mais e melhor inclusão social. Nestas incluem-se: a promoção do direito ao emprego, de melhores condições de trabalho, da igualdade de oportunidades entre homens e mulheres, de formas de protecção social no desemprego, na doença, na velhice, e ainda de uma cidadania mais activa e participativa nos processos de decisão democrática das nossas sociedades.

 

 

 

5.evereiro.2010

Sabias que…?

 Mas afinal o que é a UE?

Actualmente, a União Europeia (UE) é composta por 27 países que decidiram moldar em conjunto o seu futuro. Apesar da diversidade das suas culturas, dos seus costumes e das suas experiências, estes povos têm a vontade de viver em paz, de desempenhar um papel no xadrez político mundial, de melhorar as condições de vida e de trabalho na União e de lutar por uma maior justiça no mundo, nomeadamente nos países menos desenvolvidos.

Todos estes países têm a sua beleza, todos possuem riquezas e atractivos, por vezes muito diferentes entre si. A diversidade da União Europeia é a sua maior riqueza.

O último alargamento teve lugar no dia 1 de Janeiro de 2007. Mais dois países cumpriram os critérios de adesão (critérios de Copenhaga)  contribuindo, assim, para a unificação do continente europeu e para a consolidação da paz e a democracia.

31.Janeiro.2010

Sabias que…?

«O que é que queres ser quando fores grande?»

Com certeza que já foram mais que uma as vezes em que te questionaram sobre este facto, o teu futuro. Ou a avó, ou um familiar que não vês há muito tempo ou até mesmo os pais quando preocupados com o teu futuro, muitos nos fazem pensar no que realmente queremos mas por vezes nem nós mesmos damos a devida importância a este facto, e o tempo, esse está sempre a contar.

Talvez já tenhas uma ideia sobre o que queres fazer no futuro, guiado pela paixão ou inspirado por algum exemplo, ou talvez mesmo estejas a deixar a decisão para mais tarde, indeciso relativamente a como, onde e o que fazer!

Deixamos-te aqui alguns exemplos do que poderás fazer, entre o tipo de profissão neste momento mais precisa na Europa…

1) Os computadores como sabes têm sofrido grandes avanços tecnológicos, sendo cada vez mais os mesmos fáceis, pequenos, rápidos e acessíveis a todas as pessoas, uma profissão perto de toda a investigação patente aos mesmos será bem precisa no nosso futuro, num mundo baseado no conhecimento!

2) A esperança média de vida tem vindo a aumentar e portanto a qualidade de vida da sociedade tem de estar assegurada, desta forma, uma profissão associada à saúde é sem dúvida fulcral hoje, amanhã e em todas as gerações vindouras!

3) A preocupação com o ambiente e tecnologias ecológicas tem sido cada vez mais uma prioridade,  neste sentido uma profissão alargada ao desafio das alterações climatéricas ou até mesmo à preservação dos espaços verdes será muito promissora nos próximos tempos!

 

22.Janeiro.2010

Sabias que…?

 Os símbolos da União Europeia…

 Bandeira da UE As doze estrelas em círculo simbolizam os princípios da unidade, solidariedade e harmonia entre os povos da UE.

Hino Europeu A música é a Nona Sinfonia de Beethoven. Enquanto hino europeu, não tem letra.

Dia da Europa, 9 de Maio A ideia que deu origem à União Europeia foi avançada pela primeira vez em 9 de Maio de 1950 pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros francês Robert Schuman. É por isso que o aniversário da UE é comemorado a 9 de Maio.

Unidade na Diversidade É o lema da UE.

Para mais informações consulte o site: http://europa.eu/abc/symbols/index_pt.htm

 

15.Janeiro.2010

Sabias que…?

Bandeira da União Europeia…

A bandeira da Europa além de simbolizar a União Europeia representa também a unidade e a identidade da Europa.   O círculo de estrelas douradas representa a solidariedade e a harmonia entre os povos da Europa.   As estrelas são doze porque tradicionalmente este número constitui um símbolo de perfeição, plenitude e unidade.   Assim, a bandeira manter-se-à inalterada, independentemente dos futuros alargamentos da UE.

08.Janeiro.2010

Sabias que…?

Já pensaste num mundo sem electricidade?

Viver sem computadores, sem telefones, sem aquecimento eléctrico, sem electrodomésticos… Brrrr…! É quase impossível imaginá-lo! E, contudo, durante muitos séculos, o homem viveu sem electricidade.

Soluções?

 A DECOJovem coloca à tua disposiçao materiais para perceberes melhor este problema e poderes contribuir para a sua solução. No site da DECOJovem podes testar o teu desempenho energético!

www.deco.proteste.pt/decojovem

Estas e outras questões encontram resposta no espaço “Explora e Usa” do site da DECOJovem, onde encontrarás diversos recursos informativos e interactivos sobre os mais variados temas de consumo: direitos do consumidor, consumo sustentável, segurança, saúde, energia, segurança alimentar. Todos estes temas importantes e essenciais à construção de uma União Europeia mais abrangente e profunda!  

 

18.Dezembro.2009

Sabias que…?

Configurando a política ambiental

Até ao final dos anos 60, nenhum país europeu tinha uma política ambiental claramente definida. Nos últimos 30 anos, contudo, significativos progressos foram feitos na construção de um sistema de controlo ambiental na União Europeia. Os aspectos agora tratados vão do ruído à prevenção do lixo, dos produtos químicos às partículas atmosféricas, da água do mar a uma rede da dimensão da UE de resposta a desastres ambientais, como derramamentos de petróleo ou fogos florestais.

Hoje a política ambiental da União Europeia baseia-se na ideia de que elevados padrões ambientais estimulam a inovação e as oportunidades de negócio. As políticas económicas, sociais e ambientais estão fortemente integradas. O objectivo da UE é a criação de um adequado nível de protecção em toda a União, sem menosprezo por circunstâncias locais e constrangimentos económicos.

Na realidade, o ambiente deverá ser o sector de mais difícil controlo entre todas as políticas da UE. Ao mesmo tempo que partilham os prazeres das belezas naturais da Europa, os Estados Membros devem partilhar também fardos como a chuva ácida, a poluição da água, o ar contaminado e os depósitos de lixo. Condições atmosféricas extremas tornaram-se igualmente mais frequentes, mostrando que as alterações climáticas são um problema que diz respeito aos cidadãos e às políticas ambientais a todos os níveis.

11.Dezembro.2009

Sabias que…?

«Envolve-te!»

CESE (Comité Económico e Social Europeu), é-te familiar?

Bem, se estás envolvido na defesa de algum interesse, na luta por algo no teu país ou até mesmo se fazes parte de alguma organização juvenil, então sim, deverás estar interessadíssimo em tudo o que esta instituição permite, pois a mesma tem um papel importantíssimo na representação dos interesses da «sociedade civil organizada», onde tu mesmo podes ser ouvido assim como todas as tuas ideias e opiniões relevantes para a Europa!

 

05.Dezembro.2009

Sabias que…?

 Tratado de Lisboa – entrada em vigor

 No dia 13 de Dezembro de 2007, os dirigentes da União Europeia assinaram o Tratado de Lisboa, pondo, assim, fim a vários anos de negociações sobre questões institucionais.

A entrada em vigor do Tratado de Lisboa na passada terça-feira (1 de Dezembro de 2009) foi assinalada numa cerimónia comemorativa em Lisboa.

Este será, com certeza, um novo ciclo para a Europa e para o projecto europeu, na presença dos mais altos titulares das instituições comunitárias:

“Numa organização do Governo Português em colaboração com a Presidência Sueca da UE, a Comissão Europeia e a Câmara Municipal de Lisboa, Junto à Torre de Belém, a poucos metros do Mosteiro dos Jerónimos, local onde há dois anos foi assinado pelos 27 Líderes da UE o novo Tratado da União, o primeiro-ministro português José Sócrates será o anfitrião de um conjunto de personalidades que se associam à comemoração da entrada em vigor do Tratado de Lisboa.” O Tratado de Lisboa favorecerá a União no quadro jurídico e nos instrumentos necessários para fazer face a desafios futuros e responder às expectativas dos cidadãos:

 Para mais informações consultar o site: http://europa.eu/lisbon_treaty/index_pt.htm

 

27.Novembro.2009

Sabias que…?

Os Objectivos do Desenvolvimento do Milénio

São oito os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) para serem alcançados até 2015 e que respondem aos principais desafios mundiais de desenvolvimento. Os ODM foram esboçados a partir de acções e alvos contidos na declaração do Milénio adoptada por 189 nações e assinalada por 147 Chefes de Estado e de Governos durante a Conferência do Milénio da ONU em Setembro de 2000. Dos oito objectivos o mais audaz é aquele que se propõe Erradicar a Pobreza Absoluta e a Fome.   A UE está a trabalhar com as Nações Unidas e outros parceiros para atingir estes objectivos, mas trata-se de uma tarefa avassaladora.   Segue-se a lista dos ODM e exemplos do que a Europa está a desenvolver para os atingir

Diminuir para metade o número de pessoas que vivem com menos de um dólar por dia e que sofrem de fome.

Assegurar que todas as crianças, incluindo as raparigas, vão à escola primária.

Atingir a paridade de género na educação primária e secundária até 2005 e em todos os níveis de educação até 2015.

Reduzir em dois terços a mortalidade de crianças com menos de 5 anos.

Reduzir em três quartos a mortalidade materna.

Deter a progressão do VIH/SIDA e assegurar o tratamento universal

Diminuir para metade o número de pessoas sem acesso a água potável para beber e ao saneamento básico. Melhorar as vidas de  pelo menos 100 milhões de habitantes de bairros de lata.

Reduzir os impostos e dívidas externas dos países mais pobres, aumentar a ajuda aos países mais carenciados, aumentar o emprego para os jovens dos países em vias de desenvolvimento, melhorar o acesso a medicamentos a custos acessíveis e ajudar mais gente a beneficiar da nova tecnologia. A UE está a trabalhar com os seus pares numa parceria para o desenvolvimento.

 

20.Novembro.2009

Sabias que…?

Os Direitos dos Jovens..

» Direito ao desenvolvimento pessoal;

» Direito a ver os seus pontos de vista respeitados e o seu melhor interesse considerado em todas as ocasiões;

» Direito a um nome e uma nacionalidade, à liberdade de expressão e ao acesso à informação que lhes diga respeito;

» Direito a viver num ambiente familiar ou de cuidados alternativos e a ter contacto com ambos os pais sempre que possível;

» Direitos de saúde e bem-estar, incluindo os direitos das crianças com deficiência, o direito à saúde e aos cuidados de saúde e à segurança social;

» Direito à educação, ao lazer, à cultura e às artes;

» Protecção especial para crianças refugiadas, crianças do sistema de justiça juvenil, crianças privadas da sua liberdade e crianças vítimas de exploração económica, sexual ou de outro tipo.

09.Novembro.2009

Sabias que…?

Foi há 20 anos: A queda do Muro de Berlim…

Se estiveram atentos às notícias mais recentes, certamente saberão que esta semana não se tem falado de outra coisa…   Hoje, comemoram-se os 20 anos da queda do Muro de Berlim, o famoso Muro de Berlim    E, foi exactamente, a 9 de Novembro de 1989, que o Mundo via cair esse muro, o maior símbolo da Guerra Fria.  Neste dia, estavam bem presentes as expressões das pessoas que sentiam-se felizes e comemoravam a liberdade, uma festa que muito agradou a quem se envergonhava daquele “muro da vergonha”.   Eis um vídeo que retrata realmente este grande acontecimento na História da Humanidade:

http://www.youtube.com/watch?v=dqviv8SbHZ4&feature=relate

Em síntese, devemos recordar este muro como um imponente símbolo da esquizofrenia geopolítica e da rivalidade entre o leste e oeste que foi também o verdadeiro atestado do fracasso do socialismo em manter-se como um modelo de sistema atraente para as populações. Um muro que mesmo após a sua queda ainda trouxe muita dificuldade para o país e, para o seu povo. Um muro que ainda hoje é um marco na História Contemporânea.

 

05.Novembro.2009

Sabias que…?

Como é que a U.E. toma decisões?

Como podes imaginar, organizar a U.E. e pôr tudo a funcionar exige um grande esforço e organização por parte de muitas pessoas    Quem faz o quê, onde e como na nossa União Europeia é mais uma informação que nós aqui te disponibilizamos:   A Comissão Europeia é formada por 27 (vinte e sete) homens e mulheres (um de cada Estado-Membro) elegidos pelo governo do respectivo país, reúnem-se todas as quartas-feiras, em Bruxelas, para discutir tudo o que há a fazer na Europa. São os «comissários» e, juntos, formam a Comissão Europeia.    A sua missão consiste em reflectir sobre tudo o que será melhor para a UE no seu conjunto e em propor nova legislação para toda a U.E.. São ajudados na sua tarefa por peritos, juristas, secretários, tradutores, entre outros.José Manuel Durão Barroso, nosso português, é o actual presidente da Comissão Europeia!

O teu Parlamento Europeu!

Sabias que tu mesmo fazes parte do Parlamento Europeu?   O Parlamento Europeu representa todos os cidadãos da U.E., e tem como rotina todos os meses realizar uma grande reunião em Estrasburgo para debater a nova legislação proposta pela Comissão Europeia. Se o Parlamento não estiver de acordo com uma proposta, pode pedir à Comissão que a altere até o Parlamento se dar por satisfeito com a qualidade da lei.   É formado por 785 (setecentos e oitenta e cinco) deputados, estes, escolhidos de cinco em cinco anos numa eleição em que todos os cidadãos adultos da U.E. têm a possibilidade de votar.

Desta forma, ao escolhermos um deputado e até mesmo ao falarmos com ele, temos uma palavra a dizer sobre o que a U.E. decide fazer.Hans-Gert Pöttering, da Alemanha, é o actual presidente do Parlamento Europeu!

30.Outubro.2009

Sabias que…?

Em Junho de 2009, os europeus elegeram um novo Parlamento Europeu. Sabes o nome do novo Presidente ou o nome dos deputados portugueses? Podes descobrir tudo isso em: http://www.europarl.europa.eu; e ouvir algumas entrevistas em directa em: www.europarltv.europa.eu.O Parlamento Europeu em directo!

Conheces a EuroparlTV? Transmite em todas as línguas europeias e contém entrevistas em directo, documentários, vídeos dos “bastidores” do Parlamento, etc. …Um dos canais, o “Europa Jovem”, é-te especialmente dedicado!

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: